Exposição no Porto: intimidade e amor na era digital

A artista catalã Alicia Kopf costuma fazer obras relacionadas com a progressiva digitalização da intimidade, da partilha e do amor. Por isso, a sua nova exposição, que pode ser vista no Porto a partir de 18 de Dezembro, dá a conhecer a visão da artista sobre a atracção dos seres e os efeitos do telemóvel e das outras tecnologias nas vivências amorosas.

A exposição intitula-se Speculative Intimacy e tem curadoria de Bruno Marchand. Pode ser vista na Culturgest Porto (na Avenida dos Aliados) entre 18 de Dezembro de 2020 e 28 de Fevereiro de 2021, com entrada gratuita, de quarta a domingo.

O ecrã do telemóvel como reduto sensual dos contactos interpessoais, a miragem do prazer à distância de um clique, o isolamento paradoxal da ultraconectividade, a sedução transcrita na forma de um algoritmo“, eis os temas desta proposta de Alicia Kopf (também conhecida como Imma Ávalos). “O que aqui se apresenta são aproximações exploratórias a um conjunto de questões que, de tão recentes, ainda nem se encontram precisamente definidas“, escreveu Bruno Marchand.

A exposição foi apresentada pela primeira vez entre Setembro e Novembro em Lisboa, no Espaço Fidelidade Arte. E agora, no Porto, surge com uma novidade: um vídeo especialmente criado para esta ocasião, cujo título é Historia de Mis Ojos.

O filme institui um conjunto de relações entre o olho humano, o comportamento dos astros e as evoluções científicas no campo da óptica“, explicam os organizadores da exposição.

Alicia Kopf nasceu em Girona, em 1982, e vive e trabalha em Barcelona. Estudou belas-artes e literatura, é artista visual e escritora. O romance Irmão de Gelo (traduzido em 2018 em Portugal) recebeu os prémios Documenta 2015 e Llibreter 2016, assim como o prémio El Ojo Crítico da Rádio Nacional de Espanha.

%d bloggers like this: